SEO para YouTube: 10 dicas para aumentar a visibilidade na plataforma

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Você sabia que também existe SEO para YouTube?

O SEO (Search Engine Optimization), ou otimização para mecanismos de busca, é fundamental para os canais do YouTube. Haja visto que, com o auxílio de algumas táticas, todo canal pode aumentar o seu alcance e relevância na plataforma.

Para que o seu conteúdo ganhe cada vez mais visibilidade,
nós reunimos 10 dicas essenciais de SEO para YouTube.

10 dicas de SEO para YouTube que aumentarão a visibilidade da sua marca

1. Conheça a sua persona

Conhecer as necessidades e os interesses das pessoas que assistem os seus vídeos é fundamental para que o seu conteúdo seja relevante. No entanto, para acertar todos esses pontos, é necessário criar uma Buyer Persona.

Essa persona trata-se de um arquétipo das pessoas que consomem o seu conteúdo. Em resumo, é um perfil semi-ficcional criado, com:

● nome;

● idade;

● profissão;

● desejos; e

● anseios.

Com esse perfil traçado, é possível saber a linguagem ideal para se comunicar em seus vídeos. Além disso, é possível conhecer os seus interesses e até mesmo as palavras-chave mais relevantes. O que, consequentemente, influencia no alcance dos seus vídeos na plataforma.

Para montar essa persona, além de realizar uma pesquisa, você deve utilizar de algumas ferramentas. Uma das principais, é o YouTube Studio.

YouTube Studio

Essa ferramenta faz parte do próprio YouTube. Com ela, é possível visualizar informações em gráficos para ajudar no SEO, como:

  • Vídeos mais acessados.
  • Vídeos mais acessados por tela final.
  • Origem do tráfego.
  • País de origem.
  • Idade do espectador
  • Sexo do espectador.
  • Tipo de dispositivo.
  • Tempo de exibição de legendas.
  • Tempo de utilização da tradução.

Essa ferramenta é muito eficiente para quem já tem vídeos postados em seu canal. No entanto, caso a sua marca ainda não tenha conteúdos publicados, é interessante que comece a produzir para poder obter essas informações.

Tente sempre falar sobre temas que você domina. Assim, o seu canal terá dados suficientes para que você faça a suacriação das personas e a definição das melhores palavras-chave.

2. Defina a palavra-chave do seu vídeo

As palavras-chave, são os principais elementos que um usuário pode ter para localizar o seu conteúdo na plataforma. Elas também são fundamentais para dar um norte à sua criação de conteúdo.

Com algumas ferramentas, é possível saber dados valiosos para o seu planejamento de conteúdo. Dentre elas, destacamos duas ferramentas gratuitas: o Google trends e o Ubersuggest.

Google Trends, consegue exibir:

  • o interesse da palavra-chave ao longo do tempo;
  • os conteúdos relacionados;
  • pesquisas relacionadas; e
  • o interesse por região.
Simulação de pesquisa do termo ‘YouTube’ no Google Trends.

Já o Ubersuggest, oferece:

  • Visão geral da palavra-chave: volume de buscas/mês, interesse pela keyword ao longo do ano e estimativa de custo no uso em links patrocinados.
  • Sugestões de palavras-chave: opções relacionadas ao termo pesquisado para fins comparativos.
  • Nível de dificuldade da palavra-chave: classifica a chance de alcançar resultados orgânicos em SEO (Search Engine Optimization) ou pagos em PPC (Pay-per-click).
  • Análise de SERP: detalha esforços e resultados dos concorrentes que atualmente aparecem primeiro nas sugestões do Google para a busca.
ubersuggest
Simulação de pesquisa do termo ‘YouTube’ no Ubersuggest.

Com essas informações, é possível ser mais assertivo na escolha e construção da palavra-chave.

Quanto a sua utilização, é interessante fazer o uso dela:

  • no título;
  • na descrição;
  • na thumbnail; e
  • no arquivo do seu vídeo.

Para o arquivo, basta utilizar underline (_) para separar cada termo.

Tudo isso contribuirá para o aumento da densidade das palavras-chave, o que influencia no “rankeamento” do vídeo na plataforma. Gerando, assim, mais cliques e visualizações.

Você sabe como os usuários estão consumindo vídeo atualmente? Descubra aqui!

3. Faça uma Capa ou Thumbnail que estimule a curiosidade

A capa do vídeo é um dos maiores influenciadores de cliques. Por isso, vale a pena ficar atento a alguns detalhes na hora de criar a sua thumb. Conheça as dicas:

  • Escolha uma imagem que desperte curiosidade, um close-up é sempre bem vindo.
  • O texto precisa representar o assunto do vídeo e, se tiver a palavra-chave, melhor ainda.
  • Lembre-se também de posicionar esse texto da capa à esquerda, para melhorar visibilidade em dispositivos mobile.

4. Desenvolva um título atrativo

Um título bem planejado, é muito importante no SEO para YouTube. Pois, é como se a thumbnail despertasse a curiosidade e o título fosse o elemento determinante para o clique.

Nesse sentido, um título eficiente, deve conter a palavra-chave e ser atrativo sem ser enganoso. Uma vez que, o click bait (título chamativo enganoso) é uma prática que gera insatisfação ao espectador.

Portanto, não há problemas em ser criativo, desde que o conteúdo entregue o que foi dito no título.

5. Utilize palavras-chave relacionadas

Outra dica de SEO para Youtube é a utilização das Tags.

Elas se tratam das palavras-chave relacionadas ao seu vídeo. Essas Tags têm um papel fundamental para ajudar na recomendação de seus vídeos. Pois, por meio delas, a plataforma entende que o seu conteúdo também pode ser relevante.

Existe uma excelente estratégia, com tags relacionadas idênticas em todos os vídeos do canal. Ela consiste em uma combinação exclusiva de letras e números. Fazer isso, contribui para que o YouTube destaque somente capas dos seus próprios vídeos na seção de “vídeos relacionados”.

Desse modo, o usuário tende a continuar, assistindo os outros vídeos do seu canal. O que acaba aumentando a relevância dos seu conteúdos.

Vale destacar, ainda, que o YouTube reconhece um média de 7 tags. Por isso, planeje bem as suas tags e alcance bons resultados.

6. Aproveite o espaço de descrição dos vídeos

Capriche no texto das 3 primeiras linhas e faça uso da palavra-chave antes do “Mostrar Mais”. Isso é interessante, pois muitas pessoas acabam não clicando nesse botão.

Outra dica é não apenas explicar do que se trata o vídeo, mas, também aproveitar o espaço para colocar links de:

  • outros vídeos do seu canal relacionados ao tema;
  • fontes de alguns dados relevantes ao conteúdo do vídeo;
  • as redes sociais do canal;
  • blog ou e-commerce do canal;

Fazer isso, auxilia na retenção do seu público em outras plataformas. O que também amplia o seu contato e alcance.

7. Atente-se à qualidade e regras da plataforma

Toda plataforma contém regras e com o YouTube não seria diferente. Por isso, você precisa produzir os seus conteúdos sem ferir as suas diretrizes.

Um dos mais recorrentes erros, nesse sentido, é o mau uso das leis de direitos autorais.

Como, por exemplo, inserir, sem autorização, músicas, vídeos ou fotos que tenham os seus direitos reservados. Então, quando o YouTube identifica essa situação, costuma punir os criadores de conteúdo.

Para evitar que isso ocorra, busque adicionar somente mídias livres de direitos autorais.

https://dev-agencialife.tk/experiencia-do-usuario-online/

Além dessa situação, existe uma série de outras regras que devem ser seguidas. Então, observe cada uma delas para não levar nenhuma punição em seus vídeos.

8. Faça a transcrição dos seus vídeos

O objetivo principal das transcrições é fazer com que os mecanismos de busca compreendam seu conteúdo. Pois, ao contrário dos textos, os vídeos não podem ser interpretados por robôs.

Então, fazer a transcrição do seu vídeo. Isso pode refletir no seu rankeamento.

Há transcrição automática na plataforma, porém, muitos erros ainda costumam ser cometidos no processo. No entanto, você pode editá-la e usá-la depois, inclusive para as legendas.

Com as legendas, o seu conteúdo fica muito mais acessível porque mais pessoas poderão consumi-lo. Como, por exemplo, pessoas fluentes em outros idiomas ou com algum grau de deficiência auditiva.

9. Faça lives

O YouTube tende a favorecer eventos transmitidos ao vivo na hora de ranquear um conteúdo nos resultados de busca.

Por esse motivo, experimente fazer lives em seu canal. Todavia, não confunda lives com conteúdo sem pauta. Todo conteúdo do seu canal deve ter um objetivo e relevância para a sua persona, seja ele uma live ou um vídeo.

10. Faça vídeos de ótima qualidade

Fazer um bom vídeo, muitas vezes, não é apenas ter um conteúdo relevante. O YouTube, cada vez mais, valoriza os criadores de conteúdo que utilizam alta resolução de áudio e imagem.

Sabendo disso, experimente gravar os seus vídeos em resoluções maiores, com boa iluminação e com um microfone de qualidade. Entenda que isso é um investimento que traz um retorno positivo para o seu canal e para a sua marca.

SEO para YouTube: a oportunidade para o sucesso do seu canal!

Agora que você conheceu as 10 principais dicas de SEO para YouTube, aumente as suas visualizações e inscritos.

Esperamos ter lhe ajudado, até a próxima!

Brand Persona: o que é e como ela ajuda na comunicação da sua marca?

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta