Milésimos de segundos geram milhões: entenda a importância da velocidade do site

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Com a consolidação das lojas virtuais, a presença de cada usuário tem sido mais valorizada. Afinal, as exigências desses consumidores também estão crescendo, principalmente sobre a velocidade do site. Não é à toa que cada milésimo de segundo pode impactar na conversão de milhões desses usuários em clientes. 

Segundo um levantamento da Gomez, os usuários esperam um carregamento de página de até dois segundos. Inclusive, de três segundos em diante, até 40% dos usuários abandonam o site. A Amazon também pôde comprovar o valor do tempo do usuário, uma vez que cada 100 milissegundos de espera nos seus canais representou um declínio de 1% nas vendas.

Logo, se você deseja aumentar as conversões em uma loja virtual, vale a pena conhecer um pouco mais sobre esse tema. Por isso, selecionamos algumas informações interessantes para que seja possível analisar melhor o desempenho do seu site. Vamos lá?!

Velocidade do site e comportamento

A Google vem estudando o impacto da velocidade de carregamento e armazenando dados que são bastante relevantes. Segundo eles, mesmo a menor fração de segundo no carregamento da página pode mudar o foco e a interação do cliente. 

Confira a seguir as respostas mais comuns dos usuários em relação ao tempo de carregamento:

  • 0 a 100 ms: os usuários sentirão que o resultado é imediato. Ao passar disso, a conexão entre ação e reação é quebrada;
  • 100 a 300 ms: os usuários experimentam um ligeiro atraso perceptível;
  • 300 ms a 1s: dentro dessa janela, o fluxo parece parte de uma progressão natural e contínua de tarefas. Para a maioria dos usuários da web, carregar páginas ou alterar visualizações representa uma tarefa;
  • 1 segundo ou mais: os usuários perdem o foco na tarefa que estão executando;
  • 10 segundos ou mais: os usuários ficam frustrados e tendem a abandonar as tarefas. Além disso, podem ou não voltar mais tarde.

📖 Leia também: Como otimizar a experiência do usuário on-line

Buscar melhorias é indispensável

Tendo em vista a relevância da velocidade do site, toda busca por melhorias é importante. Especialmente no Brasil, que tem uma velocidade de internet baixa — posição 47 entre 55 países. Por esse motivo, empresas digitais deveriam se preocupar mais com o tamanho de suas páginas e o tempo de carregamento.

Mas há diversas alternativas para acelerar um site, existem até nichos de desenvolvimento front-end que são focados nesse aspecto. No entanto, temos algumas sugestões que podem funcionar para a maioria dos casos:

  • aperfeiçoe as imagens: comprima o tamanho do arquivo e escolha uma resolução adequada para a exibição. Excessos são apenas componentes para deixar o seu site mais lento;
  • limpe seu CSS: remova seletores que não estão sendo usados;
  • faça menos requisições: toda vez que há uma requisição para um serviço, o carregamento do site aumenta consideravelmente; 
  • limpe o HTML: renomeie elementos não-semânticos no seu HTML. Agrupe-os pela funcionalidade que oferecem, não pelo conteúdo. Menos IDs no CSS, menos tempo de carregamento. Evite também os excessos de DIVs — isso também facilita a edição do código no futuro;
  • economize nas requisições de imagens: crie sprites, por exemplo, em backgrounds que se repetem, gere uma para repetição horizontal, outra para repetição vertical;
  • use apenas o que é necessário: imagens, gifs, entre outros arquivos podem pesar seu site. Desse modo, escolha com cautela.

Por fim, é possível também pode contar com uma agência com profissionais especializados para executar todas essas ações. Agora que você sabe a importância da velocidade do site e do tempo do usuário, faça as melhorias necessárias. Temos certeza que com alguns ajustes o seu site terá muito mais potencial. Até mais!

Artigos Relacionados