Tráfego pago: Vale a pena impulsionar posts?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Impulsionar o seu post significa muito mais do que apenas expandir o seu público, essa simples ação é uma estratégia poderosa e pode ajudar você a se destacar no mercado de uma forma muito mais eficiente. Isso é possível com o tráfego pago.

Com um investimento consciente, seu engajamento não só pode crescer, como também o seu espaço na imensidão que é a internet ficará ainda mais marcante, gerando resultados mensuráveis rapidamente. 

Qual é a maior vantagem do tráfego pago?

Diferente dos anúncios que recebemos nas redes sociais, o seu post impulsionado será recebido pelos usuários de uma forma muito mais orgânica, o que faz muita diferença na hora de clicarem para saber mais sobre o seu serviço/produto. 

Além disso, resultados positivos aparecem ainda mais quando o conteúdo que é apresentado por você no post demonstra um domínio sobre o assunto e/ou informações que podem ser novidades ou insights sobre sua área de atuação. 

Como as redes sociais estão em busca de lucrar, acima de tudo, em cima do tráfego pago, o post tem muito mais chances de se destacar no feed de notícias do seu público-alvo quando patrocinado do que quando publicado apenas para os seus seguidores que, muitas vezes, não vão receber aquele conteúdo imediatamente. 

Qual é o objetivo do impulsionamento?

O conteúdo do post deve ser a sua maior preocupação antes de definir se vale a pena o impulsionamento ou não. 

Se o seu post passa alguma mensagem relevante sobre você ou sua marca, que seja informativa, por exemplo, é provável que o relacionamento com seu cliente/público cresça mais a partir do impulsionamento. 

Ademais, deixe de lado a ideia de que é melhor impulsionar para vender. Isso serve apenas para afastar os seguidores de você, podendo gerar também uma desconfiança a respeito do seu perfil. 

Por isso, invista seu tempo criando um conteúdo que “chame” os seguidores de uma forma orgânica, oferecendo uma ajuda ou informação imperdível sobre um assunto que você domina. 

Como você pode direcionar o seu conteúdo?

O impulsionamento permite que você direcione sua publicação ao público-alvo que desejar, o que facilita consideravelmente o alcance final. 

Hoje, as redes sociais são capazes de armazenar informações sobre seus usuários, conhecendo seus gostos, preferências, além de dados sobre a idade, gênero e localização. 

Assim, ao escolher impulsionar um post, você tem acesso automático ao tipo de usuário que deseja atingir, ou seja, aqueles que você acredita que se identificaram com seu serviço/produto. 

Dessa forma, é possível agilizar o contato com seu público e não desperdiçar o valor do impulsionamento. Aliás, mesmo que você invista um valor pequeno, é provável que se alcance o número certo de usuários que vão fazer a diferença no seu perfil. 

Qual é o melhor valor para começar a investir?

O mais legal do tráfego pago é que você pode investir a quantidade que quiser, o que permite até que empresas de pequeno porte possam deixar sua marca. 

No entanto, fique esperto: por mais que seu investimento seja baixo, é importante ser constante, então, organize-se para conseguir manter a frequência diária ou até semanal, com base no que pode gastar.

Outro detalhe é entender que o retorno obtido por seu negócio não é, necessariamente, diretamente proporcional ao valor investido.

Lembre-se: atrair leads não quer dizer que você os terá como clientes, mas sim como usuários que, de alguma forma, foram tocados pelo seu conteúdo via tráfego pago. 

Leia também: Por que entender o comportamento do cliente é tão importante?

Agora que você já sabe tudo sobre impulsionamento de posts, deixe nos comentários qual é a estratégia que se provou mais eficiente na sua opinião!

Escrito por Stela Cambraia, Analista de Conteúdo da Agência Life.

Artigos Relacionados