Propósito de marca: o ímã para atrair clientes e transformá-los em fãs

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Atrair clientes e gerar empatia com a marca são passos iniciais para o sucesso de qualquer empresa. No entanto, somente com um bom propósito de marca é possível transformá-los em fãs e garantir a sua fidelidade.

Pode até parecer que o propósito de marca seja apenas um termo superficial, mas só aparenta. A pesquisa “Global Consumer Pulse”, da Accenture Strategy, demonstrou que:

  • 83% dos consumidores brasileiros preferem comprar de empresas que defendem propósitos alinhados aos seus valores de vida. Sendo que a maioria dos consumidores dispensa as marcas que se mantêm neutras. 

Essa pesquisa foi feita com 30 mil consumidores ao redor do mundo, sendo 1.564 brasileiros. Mas, se você ainda achou pouco essa porcentagem, saiba que isso é apenas a “ponta do iceberg”. 

Até porque uma pesquisa de vários anos e com mais de 200 empresas, elaborada pelo professor John Kotter da Harvard Business School, concluiu que:

  • Empresas baseadas em ideais superam em até 400% o faturamento das demais.

Tudo isso, é reflexo de um bom trabalho de propósito de marca. Por isso, se você deseja saber mais sobre como alinhar o propósito da sua marca, continue por aqui. Afinal, nós iremos te mostrar cada etapa dessa identificação. Vamos lá?!

Tudo sobre Propósito de Marca

Função do propósito de marca

A primeira coisa que se deve ter em mente para identificar o propósito da sua marca é como ele irá guiar a marca. Ou seja, é quase certo que ele não será alcançado, mas a sua empresa sempre se esforçará para atingi-lo. 

A Disneylândia, por exemplo, tem como propósito “criar felicidade para os outros”. A marca sabe que nunca alcançará felicidade para todos. No entanto, esse propósito esclarece como eles trabalham todos os pontos da jornada do cliente. Pois, cada etapa tem como principal norte esse propósito. 

Qual é a diferença de propósito e missão?

Basicamente, o propósito de marca trabalha com o porquê, algo que deve durar 100 anos ou mais. 

Já a missão descreve o que uma marca quer fazer agora. Seu principal objetivo é tornar claro o foco principal da marca para a equipe, os clientes e os stakeholders. Antes de definir sua missão, é interessante responder três perguntas-chave:

1. O que ele faz?

2. Para quem faz?

3. Como isso faz o que faz?

Em outras palavras, a missão possui muita ligação com o propósito e quem fundamenta a missão é o propósito. Todavia, se tratam de coisas distintas. A missão são as ações, atitudes que precisamos ter para realizar algo importante. Enquanto o propósito é o porquê dessas missões. 

Como construir um propósito de marca

Há diversas estruturas para construir um bom propósito de marca, mas a mais completa é a de Joey Reiman. Em: “Propósito – Por que ele engaja colaboradores, constrói marcas fortes e empresas poderosas”, Joey explica que um propósito de marca:

  • Deve ser um valor universal e atemporal.
  • Ensina: as melhores ideias do mundo nos fazem melhores.
  • Satisfaz um desejo fundamental em todos nós. E acende uma paixão dentro de nós.
  • É um grito de guerra.
  • Baseado nas raízes e valores da empresa.
  • É transformador.
  • Inspira.
  • Conta uma história.

Sabendo disso, resgate a sua história e a razão de existir da sua empresa. A partir disso, verbalize o que a sua marca deseja mudar ou incorporar no mundo. Lembre-se sempre do nicho e usuários, pois eles precisam se sentir tocados e sentir identificação.

É nesse impacto verbal transformador que se declara aquilo que esses usuários desejam e a sua marca luta para oferecer.

Seja uma marca viva

Toda empresa quando tem muita presença na vida das pessoas se torna viva. Até porque não é por acaso que:

  • a Netflix é menina
  • a Lu do Magazine Luiza é muito querida pelos clientes;
  • a Riot é chamada por “Rito Gomes”; 
  • a Harley Davidson é um estilo de vida.

Isso nada mais é que identificação, carisma e um grande retorno em empatia por clientes que viraram fãs. Mas, para construir esse sucesso, foi necessário um bom propósito que motivasse o encontro da marca com os seus clientes. 

Por isso, construa um propósito de marca claro, que aproxime e motive todos os envolvidos. Somente assim é possível transformar clientes em fãs. 

Esperamos ter te ajudado a entender mais desse aspecto tão importante de uma marca. Bons propósitos e até mais!

Artigos Relacionados