Google Shopping: isto é para o meu negócio?

Uma vitrine online para pessoas realmente interessadas em seus produtos, um canal de acesso de milhares de clientes, uma oportunidade para aumentar seus lucros. Tudo isso, nada mais é do que o Google Shopping. Um verdadeiro shopping online que revolucionou o mercado.

Continue lendo para conhecer tudo sobre essa incrível plataforma!

Como funciona o Google Shopping?

Para entender como funciona o Google Shopping, é importante entender primeiro como funcionam os seus 3 principais pilares. Fazendo uma analogia com uma loja tradicional, todas têm:

  • um estoque;
  • um vendedor;
  • uma vitrine.

Respectivamente, no Google Shopping, existem:

O Google Merchant Center – é equivalente ao estoque, onde ficam armazenados os dados dos seus produtos.

O Google Adwords – é o vendedor, onde se realiza as campanhas para divulgar os seus produtos.

O próprio Google Shopping – é a vitrine onde aparecem os seus produtos.

Quais são as suas vantagens?

O Google Shopping é uma plataforma que possui diversos benefícios para lojas online. Conheça agora os principais.

Visibilidade

É um dos fatores mais importantes, pois são exibidos produtos de pesquisas de pessoas que realmente estão interessadas.

Segmentação

Tendo possibilidade de localizar produtos por sua categoria, marca ou ainda, utilizar o espaço de busca para pesquisas mais aprofundadas.

Grande potencial de atração de pessoas à marca

O Sears Outlet é um grande exemplo disso. Ele conseguiu aumentar a taxa de visitantes na loja em 122%, chegando a faturar $8 na loja para cada $1 gasto em anúncios.

Relatórios e mensurações mais detalhadas

Esses relatórios são outro exemplo de como a plataforma é positiva para sua gestão de negócios, pois auxilia e muito na sua tomada de decisões.

Facilidade para gerar promoções

Por fim, outro ponto positivo da plataforma, é a sua facilidade para gerar promoções. Isso é muito eficiente em datas especiais, pois toma menos tempo em processos de mudança de valores em produtos.

O que o Google Shopping irá mostrar?

Basicamente a plataforma irá exibir:

  • foto;
  • preço;
  • descrição; e
  • domínio.

Sua principal vantagem é o seu tráfego qualificado. Pois são exibidos para pessoas que realmente estão procurando por esses produtos.

Qual a finalidade do Google Shopping?

A principal finalidade do Google Shopping é a venda e promoção de produtos on-line, além da possibilidade de anunciar não só produtos novos, mas também usados.

O que não pode ser anunciado?

Dentre algumas regras dessa plataforma, existem alguns itens que não podem ser anunciados. São eles:

  • Serviços.
  • Tarifas de Hotéis.
  • Viagens.
  • Imóveis.

Tendo um navegador com acesso à internet, qualquer dispositivo pode entrar no Google Shopping. Como por exemplo: notebooks, desktops, tablets e smartphones.

Google Merchant Center

O Google Merchant Center é onde ficam as informações dos produtos que irão ser anunciados na plataforma.

Ele tem algumas finalidades interessantes. A primeira delas é gerenciar as informações dos produtos da loja ou e-commerce. Além disso, ele permite fazer o upload das informações através de Feeds ou APIs.

Os Feeds de Dados são feitos através de uploads de arquivos, que podem ser por XML ou Planilha. Se aprovados, os produtos já estarão disponíveis para serem anunciados no Adwords.

Sobre os Feeds de Dados

Os feeds de dados são onde se colocam as informações dos produtos. Quanto mais informações, melhor será o anúncio.

O desenvolvimento do seu Feed vai depender da plataforma do seu e-commerce. A maioria delas já possui, no próprio painel, a opção de configuração das tags.

Essas tags podem ainda estar pré-configuradas. Faltando apenas selecionar os produtos ou se toda a loja será exibida no seu Feed. Entre em contato com o seu desenvolvedor ou com a plataforma que aluga para ter mais informações.

Caso sua plataforma não conte com o Feed, é necessário desenvolvê-lo manualmente. Configurar o feed é bem simples, tudo que você precisa fazer é completar uma planilha que o Google te dá.

Quais informações devem ter na minha Planilha ou XML?

As informações fundamentais para o seu feed são:

Title – que é o nome do produto. Nele é recomendado você destacar a marca, tamanho e cor, evitando sempre o uso de adjetivos.

Description – que é a descrição do produto. Recomendamos que não repita a palavra-chave (ou título) mais de uma vez na sua descrição para não ser penalizado pelo Google. Busque sempre ser bem específico e funcional na sua descrição.

Link – que é o destino ou a URL do seu produto. Para que a sua conta não seja suspensa, o idioma da página do link deve ser o mesmo da sua seleção. O mesmo vale para erros no link como “página 404” e site fora do ar.

Google_product_category que é a categoria do produto seguindo a taxonomia do Google. É importante ressaltar que, se o produto pertence a mais de uma categoria, você deve definir apenas uma.

Availability – que mede a disponibilidade mais recente do estoque do seu produto. Com status: estoque, esgotado e pré-venda. Se houver divergência do estoque do Feed e do seu site, o feed será reprovado;

Price – é o preço do produto. Este atributo também não pode ter divergência do Feed para seu site.

Sale_price – que é o seu preço promocional. (ex: de 399 por 299).

Também é importante inserir na planilha ou XML…

Image-link –  que é o link da sua imagem. É recomendado pelo Google utilizar imagens de ótima qualidade.

Shipping – que é o valor do frete. Caso o frete seja grátis, coloque R$ 0,00 para este produto.

Adult – que é o atributo para produtos para maiores de 18 anos.

Brand – que é a marca, sendo obrigatório para vestuários.

Gtin (europa) ou en (resto do mundo) que é o número global do item comercial.

Mpn – que o número da peça do fabricante.

Custom label – é o atributo usado para subdividir produtos em grupos de produtos no Adwords. Ex: produtos sazonais, produtos mais vendidos ou produtos em promoção. Sua vantagem é o gerenciamento de promoções e divisões.

Identifier_exists – que é o atributo para produtos exclusivos ou que não possuam o gtin. Neste caso é recomendável usar o valor falso para:

  • antiguidades, itens colecionáveis, obras de arte, artigos perecíveis, livros publicados antes de 1970, produtos personalizados.

O Google Adwords

É através do Google Adwords que você monta campanhas no Google Shopping. Definindo lances, orçamentos e analisando os resultados de cada ação.

Para criar a campanha precisamos definir alguns itens, um deles é a prioridade. Ela é utilizada quando se tem mais de um produto em várias campanhas. Você pode definir até 3 prioridades: alta, média ou baixa.

No nível da campanha, defini-se o local onde os produtos serão vendidos. É válido lembrar que cada país tem sua própria legislação e não é possível mudar o local depois de configurado.

Aprenda como se comunicar na era do Big Data.

O Google Shopping é para o meu negócio?

Como vimos, o Google Shopping Ads é muito eficaz e, ao mesmo tempo, exige um certo estudo e prática. Se você possui um e-commerce, vale muito a pena. Tentar aprender ou contratar uma empresa para te ajudar a vender na plataforma aumentará os seus lucros e trará novos clientes.

 

Conheça os cases de sucesso de quem já utiliza a plataforma.

Configurar esses anúncios pode parecer difícil no início, mas com a prática você conseguirá fazê-los com muita praticidade. Vale lembrar que contar com uma empresa para fazer esse processo migratório é bastante eficiente. Além, é claro, de realizar todas essas etapas com mais celeridade e confiança.

Por tudo isso, esperamos ter te ajudado a entender mais sobre essa incrível plataforma. Ótimos negócios e até a próxima!

ESCRITO POR

Agência Life

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *